Postado por: Raquel Borsari em 15/jan/2014 |

Prefeitura decreta Estado de Emergência e busca sanar prejuízos das chuvas

Chuva deve recomeçar a partir do dia 18 de janeiro

Prefeitura decreta Estado de Emergência e busca recursos para sanar prejuízos causados pelas chuvas

A Prefeitura de Caratinga decretou Estado de Emergência por causa dos prejuízos provocados pelas chuvas dos meses de novembro e dezembro do ano passado.  O decreto é uma das etapas para que a administração municipal obtenha ajuda financeira do Governo Federal.

De acordo com a secretaria de Defesa Social, representada pelo secretário Isaías Borges, o município contabilizou um prejuízo de R$ 3 milhões e 645 mil nos últimos dois meses. Foram danos materiais e humanos.

Vários pontos da cidade foram afetados. Ainda de acordo com a secretaria foram perdidas três pontes em Santo Antônio do Manhuaçu, mas ao todo foram sete danificadas. Vários barrancos deslizaram. No mês m dezembro a chuva que assolou Caratinga correspondeu ao volume de 400 milímetros, somando-se aos meses outubro e novembro foram contabilizados 740 milímetros de chuva que provocaram alguns danos em virtude da terra encharcada.

A situação do clima está sendo monitorada em tempo real e a Defesa Civil de Caratinga colocou lonas em barrancos em área de risco. O recurso, se aprovado, poderá ajudar nestes pontos que precisam de obras para evitar danos futuros.

A previsão é de que dos dias 18 a 20 de janeiro volte a chover no município. São esperados 60 milímetros de chuva. A situação está sob controle, mas conforme salientado pela secretaria, o objetivo é recuperar as áreas que já foram afetadas e ainda correm riscos.
A consequência mais grave das chuvas de dezembro, em Caratinga, foi a morte da garota Vitória Carolina Venâncio, de 12 anos, que morreu depois que um barranco cedeu sobre sua casa, no bairro Nossa Senhora Aparecida.




Loading Facebook Comments ...

insta media tv supercanal