Postado por: Raquel Borsari em 12/set/2018 |

Loja em chamas no Centro de Caratinga

Funcionários e populares ajudaram os bombeiros na retirada de mercadorias

O incêndio destruiu uma loja de roupas e por pouco não atingiu também outro estabelecimento de confecções na tarde desta quarta-feira (12/09), entre a rua Dona Julica e a praça Cesário Alvim, na região Central de Caratinga.
 
Muitos populares se aglomeraram nas imediações dos estabelecimentos comerciais, a maioria dando suporte e ajudando os funcionários na retirada de peças, objetos e demais mercadorias.
 
Na loja Rara Chic era possível ver as chamas no teto. Parte dele chegou a desabar, juntamente com as luminárias.
Na Minas Variedades Confecções havia muita fumaça e por precaução as mercadorias do estabelecimento foram retiradas.
 
A área foi isolada para o atendimento da equipe do Corpo de Bombeiros Militar de Caratinga.
A Polícia Militar também esteve presente e houve necessidade, inclusive, de parar parte do trânsito para garantir a realização efetiva dos trabalhos dos bombeiros no combate das chamas. “A gente foi acionado e imediatamente chegou ao local com a viatura que dispunha no momento, que é a ABS, um carro de 1.500 litros. Só que como o solicitante não havia repassado a real dimensão da ocorrência – a quantidade de compartimentos que foi atingida pelo fogo, o tamanho da propriedade, o material combustível – nós deslocamos rapidamente e combatemos as chamas com os recursos que tínhamos. Logo depois nós pegamos o caminhão maior, que é o Auto Bomba, de 5 mil litros, e agora, finalmente, com todo o comboio, dispondo de todo o efetivo, todo material que a gente tem, todos nossos homens estão no combate. Não houve vítimas, apenas algumas perdas materiais. Mas, a princípio, a gente está na fase do isolamento e faremos, posteriormente, o rescaldo.”, informou sargento Vitorino, dos bombeiros .
 
Élvio de Souza Salles, padrinho da proprietária da loja Rara Chic, não soube dizer como as chamas teriam se iniciado. Apenas que começaram nos fundos do estabelecimento. Ele contou que muitas roupas foram retiradas a tempo. Além dos danos na estrutura do imóvel, outras mercadorias foram atingidas.
 
Em entrevista, o proprietário da loja Minas Variedades Confecções, José Antônio de Assis Ribeiro, disse que estava no local quando o incêndio começou. Segundo ele, o fogo teve início no depósito da loja ao lado e ele foi prestar socorro. Assim que percebeu que as chamas estavam próximas à parede do estabelecimento dele, ele começou a retirar as coisas da loja. José Antônio reiterou dizendo que apenas a fumaça invadiu o empreendimento dele. Ele contou ainda que esta é a segunda vez que se depara com uma situação como esta.
 
As causas do incêndio serão investigadas: “Só dá pra falar com certeza depois que a perícia técnica realizar os trabalhos, der uma olhada em toda a propriedade, na questão das fiações, através do próprio sistema de monitoramento de câmeras, pois têm câmeras internas que podem ajudar, e o nosso serviço é mesmo o combate mesmo às chamas.”, ressaltou o sargento dos bombeiros.
Como o piso era de madeira e havia uma parte de gesso, estes materiais dificultaram os trabalhos dos bombeiros: “Tem bastante material combustível, muito papel, muita roupa, isopor, isso também dificulta bastante. O fogo retorna, tem a reignição, vai ter que fazer rescaldo de novo, combate, então não é tão simples assim.”
 
Nenhuma parede precisou ser quebrada. Foram utilizadas as próprias saídas naturais para a fumaça e o material tóxico da combustão.
 
Uma equipe da Cemig foi acionada e fez o corte da energia elétrica nas imediações do fato.
Sequence 04.02_38_16_14.Still107 Sequence 04.02_38_22_13.Still108 Sequence 04.02_38_28_12.Still109 Sequence 04.02_38_48_03.Still111 Sequence 04.02_39_25_12.Still113 Sequence 04.02_40_11_21.Still114 Sequence 04.02_40_34_22.Still116 Sequence 04.02_40_48_11.Still117 Sequence 04.02_42_03_18.Still122 Sequence 04.02_44_07_12.Still124




Loading Facebook Comments ...

insta media tv supercanal