Postado por: Raquel Borsari em 14/ago/2018 |

FGTS foi criado para garantir segurança financeira para o trabalhador

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço foi criado há 52 anos para garantir um tipo de poupança para o trabalhador

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço foi criado há 52 anos para garantir um tipo de poupança para o trabalhador. Pode ser sacado caso o empregado tenha uma doença grave. É também o maior fundo privado da América Latina. Tem direito ao fundo quem tem carteira assinada.
 
O publicitário Pedro Lex mostrou o apartamento recém comprado. A casa própria foi planejada durante 15 anos. Quando o filho nasceu veio a motivação que faltava. E para tornar o projeto realidade a contribuição veio de onde nem lembrava. Pedro foi atendido pelo Martins Júnior. De acordo com o corretor, sete em cada dez imóveis que vende têm recursos do FGTS.
 
Além de poder ser usado na compra de imóveis, o FGTS tem outras possibilidades. O fundo também pode ser sacado caso o empregado tenha uma doença grave, como câncer, ou for portador do vírus HIV. Se a conta ficar sem depósito por três anos seguidos, o dinheiro também pode ir para as mãos do titular. Se for demitido sem justa causa ou se aposentar: vai estar lá o FGTS para o que ele precisar.
 
Em 2018, mais de 60% dos saques do FGTS foram por demissão sem justa causa. 13% por aposentadoria e 15% para a compra da casa própria.
 
Tem direito ao fundo quem tem carteira assinada, além dos trabalhadores rurais temporários e atletas profissionais. O empregado doméstico também pode ser incluído no sistema. Os depósitos são feitos pelo empregador. O valor é o equivalente a 8% do salário bruto.
E atenção, o FGTS não pode ser descontado do salário pois é uma obrigação do patrão.
Cabe a Caixa Econômica Federal controlar as contas, e o trabalhador deve ficar atento aos valores depositados, e, nesta hora, a tecnologia está aí para ajudar: há mecanismos como o envio de SMS com informações da conta vinculada, e o app FGTS, por exemplo.
 
Caso o FGTS não esteja sendo depositado, o trabalhador pode procurar uma Delegacia Regional do Trabalho. E se o empregado não está mais na empresa, o caminho é a Justiça.
 
Dinheiro garantido e que pode ser muito bem usado, esta é a dica do Pedro, que conhecemos lá no início da reportagem.
 
Fonte: TV NBR
Sequência 02.01_27_42_23.Quadro501 Sequência 02.01_27_52_22.Quadro502 Sequência 02.01_28_38_20.Quadro503 Sequência 02.01_28_55_03.Quadro504 Sequência 02.01_29_01_13.Quadro505 Sequência 02.01_29_05_25.Quadro506 Sequência 02.01_29_10_03.Quadro507 Sequência 02.01_29_17_17.Quadro508 Sequência 02.01_29_23_10.Quadro509 Sequência 02.01_29_27_01.Quadro510 Sequência 02.01_29_54_16.Quadro511 Sequência 02.01_32_38_01.Quadro512




Loading Facebook Comments ...

insta media tv supercanal