Postado por: Raquel Borsari em 06/ago/2018 |

Militares agem rápido e prendem suspeito de roubo a residência em Caratinga

Vítima chegou a ser agredida com socos

No final da manhã deste sábado (04/08), foi registrado um roubo a uma residência da avenida Presidente Tancredo Neves, no Centro de Caratinga.

Militares da RadioPatrulha, juntamente com o Coordenador de Policiamento da Unidade (CPU), se deslocaram para o local, assim que acionados por terceiros. Ao chegarem, em contato com a vítima – que foi agredida com socos -, ela relatou o que teria acontecido. “A PM recebeu informações, através do 190, que haveria um senhor caído, na margem da BR, na Tancredo Neves. Assim que chegamos, em contato com a vítima, ela alegou que a residência dela estava aberta, ela assistia televisão, quando um desconhecido entrou, falou que era conhecido dela, momento que, de forma inesperada, a vítima foi agredida com socos no rosto. O autor do delito, depois disso, teria se apoderado de carteira e celular da vítima e fugiu do local.”, contou tenente Danilo.

À polícia, a vítima repassou as características físicas do bandido e foi iniciado rastreamento.

Gilson Martins da Silva, de 39 anos, foi preso, no bairro Esplanada, como suspeito do crime. Com ele foram apreendidas uma quantia em dinheiro, uma pochete (contendo um disco DVD), e uma pulseira. “Quando este autor visualizou as equipes policiais ele tentou fugir, o que já levantou suspeita. Ele estava com todas as características repassadas pela vítima, inclusive as vestimentas, além de estar de posse de uma pulseira, pertencente à vítima.”, destacou o policial militar.

Aos militares, Gilson negou o envolvimento no crime. O jornalismo do Super Canal tentou falar com o conduzido a Delegacia de Polícia Civil de Caratinga, mas ele estava deitado, e permaneceu em silêncio.

Tenente Danilo destacou a importância do acionamento rápido da PM, agradeceu a contribuição do cidadão de bem, nas denúncias e em entrar em contato com a polícia, e ainda deixou algumas dicas para evitar roubos a residências: “É necessário ressaltar a importância em manter as residências fechadas. Este autor só teve acesso à vítima porque a casa dela estava aberta. Para chegar na residência da vítima foi preciso passar por três portões, e todos eles estavam abertos. Então a gente conscientiza a sociedade com relação a isso também.”




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

santamonica1foto1 (1)favenicdsl