Postado por: Raquel Borsari em 25/jun/2018 |

Renda arrecadada com a Feijoada du Catitu será investida na construção da sede própria do Núcleo do Câncer

O presidente do Núcleo do Câncer, José Maria, agradeceu a quem comprou o ingresso para a feijoada

A Feijoada du Catitu é um dos eventos sociais mais aguardados pelo público todo ano. Neste ano, o evento chegou a sua 10ª edição e teve ingressos esgotados rapidamente. O presidente do Núcleo do Câncer, José Maria, agradeceu a quem comprou o ingresso para a feijoada.

“É maravilhoso e chega a ser emocionante, quando as pessoas contribuem com o Núcleo. Durante o ano fazemos vários eventos, mas o carro chefe é a feijoada. Nós começamos com cerca de 250 pessoas e hoje tivemos que ampliar para em torno de 600 e os ingressos se esgotaram. Vamos ver o que poderemos fazer para o ano que vem. Quero deixar um agradecimento especial aos patrocinadores e a cada um que comprou o ingresso para a feijoada”, disse ele.

A feijoada é feita com a mão de obra voluntária do Catitu. Para ele é gratificante doar parte do seu tempo fazendo o bem. “É maravilhoso porque quem ganha na doação é quem se dispõe. É muito mais feliz do que o que recebe. Então, é um trabalho muito bom e gostoso. O apelido Catitu já é antigo em Caratinga. Eu havia feito no mesmo local, em agosto de 2009, uma feijoada para o Grupo Gente Minha. Quando chegou o fim do ano, me convidaram para fazer uma feijoada em prol do Núcleo. Aí, fizemos a primeira, deu certo e já estamos na décima. É o carinho do povo de Caratinga sempre prestigiando o Núcleo”, comentou Catitu.

A feijoada sempre coincide com o mês de aniversário de Caratinga, que este ano completou 170 anos. Feijoada, com música boa ao vivo, em um lugar agradável para reunir a família e uma roda de amigos, para um bom papo. Uma combinação perfeita para um sábado!

O cantor Dedéu é um dos cantores que doa parte do seu tempo em prol da instituição. Para ele é um prazer fazer um som bacana para o público participante da feijoada.

“Estou desde a terceira edição dando minha contribuição. A primeira e a segunda eu apenas visitei e dei uma palhinha. Mas graças a Deus, há sete anos eu estou junto com o Núcleo do Câncer. Não somente na feijoada, mas estou sempre participando lá com os assistidos, porque acho muito importante. Então, que a gente possa tirar um tempinho da nossa vida para ir lá e conhecer a instituição, que faz um trabalho sério”, disse Dedéu.

A feijoada reúne gente não só de Caratinga, mas de outras cidades mineiras. O evento virou tradição e acabou se tornando uma ‘Minifesta do Caratinguense Ausente’, já que reúne várias pessoas que hoje moram em outras cidades e retornam para a sua terra natal por uma causa nobre: colaborar com os pacientes do Núcleo do Câncer.

O caratinguense Miguel Bonifácio prestigiou praticamente todas as edições da feijoada. “Primeiro, eu acredito que é uma questão de solidariedade. Solidariedade que a sociedade tem que ampliar. Em segundo lugar, a festa é maravilhosa. Encontro e reencontro de tantas gerações de pessoas que a gente gosta e sente bem estando perto. Se não fosse o Núcleo do Câncer, muita gente estaria em dificuldades e comprometendo a própria sobrevivência. Então, acredito que devemos dar o maior apoio possível”, disse ele.

A renda arrecadada com a feijoada será investida na construção da sede própria do Núcleo. Em 2015, a prefeitura doou ao Núcleo um terreno de quase três mil metros quadrados, que fica localizado no Loteamento Silva Araújo. A obra iniciou em 12 de junho deste ano.

“O Núcleo do Câncer até hoje paga aluguel. Então, é um sonho nosso ter a sede própria. Como o caixa da instituição está em dia, nós estamos conseguindo manter todos os serviços e resolvemos que os eventos de 2018 serão voltados para a sede do Núcleo”, completou o presidente da instituição.

O Núcleo do Câncer é uma organização sem fins lucrativos e auxilia pacientes oncológicos e suas famílias a lidar com o câncer há mais de 30 anos. O objetivo do Núcleo do Câncer é divulgar direitos e apoiar e orientar o paciente, além de seus familiares, durante o diagnóstico e tratamento da doença. A instituição conta com uma equipe multiprofissional composta por oncologista, psicólogo, fisioterapeuta, nutricionista, acupunturista, assistente social e assistente jurídico. Além de oferecer terapia Reiki, terapias ocupacionais, suplementos alimentares e fraldas descartáveis.

A construção da sede própria da instituição será um importante passo no auxílio aos pacientes da Microrregião de Caratinga. “A nossa sede hoje é muito pequena. Então, a gente não consegue atender a todas as necessidades do Núcleo. Ou seja, nós queremos a nova sede para ter consultórios odontológico e médico. São vários médicos que querem doar, que seja um dia do seu mês, então, tendo o consultório, nós vamos poder oferecer esse serviço para os assistidos”, completou José Maria.

A assistente social do Núcleo do Câncer, Lurdes Dornelas, falou do sentimento de alegria em receber todas as pessoas que abraçaram esta causa social. “É uma alegria muito grande. A gente fica muito comovida com a quantidade de pessoas que participam deste evento. Eles vêm para se divertir e interagir com outras pessoas e, ao mesmo tempo, estão ajudando os pacientes a terem uma qualidade de vida melhor. A gente vê isso com bons olhos e os recebe com muito carinho e amor, porque eles ficam sensibilizados com a nossa causa”, comentou Lurdes.

O Núcleo do Câncer sobrevive praticamente 100% de doações e de rendas obtidas, por meio de eventos e campanhas sociais. Quem quiser ser um doador e contribuir com o Núcleo é só procurar a instituição, que fica na Travessa João Coutinho, 22, Centro.




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

santamonica1foto1 (1)favenicdsl