Postado por: Raquel Borsari em 08/jun/2018 |

Protesto por melhores condições da saúde indígena, em Governador Valadares

Em manifesto, índios fecham avenida e colocam fogo em caminhonete do Distrito Sanitário

Os índios das tribos Tupiniquim e Guarani, do Espírito Santo, fecharam a avenida Piracicaba e colocaram fogo na caminhonete do Distrito Sanitário.
 
Depois de enfrentarem a resistência dos indígenas, os bombeiros conseguiram apagar as chamas.
Após uma negociação com a Polícia Militar, os índios liberaram a avenida.
 
O cacique Toninho, que lidera o grupo, disse que o incêndio foi uma forma de protestar por melhores condições da saúde indígena no Espírito Santo.
 
188 índios das tribos Tupiniquim e Guarani estão alojados no Distrito Sanitário Especial Indígena de Minas Gerais e Espírito Santo (DSEI), há 11 dias. Ninguém foi feito refém mas, desde que eles chegaram, nenhum funcionário pode trabalhar mais. De acordo com os índios, se as reivindicações não foram atendidas mais veículos serão incendiados e os protestos vão ficar mais pesados.
 
O DSEI é um órgão ligado ao governo federal. A regional de Valadares é responsável pelos índios do Leste de Minas e parte do Espírito Santo. Segundo o cacique Toninho, um documento com todas as reivindicações foi enviado ao Ministério da Saúde desde a semana passada e, até agora, não houve retorno.
 
Fonte: TV Alterosa – Parceira do Super Canal
Sequência 13.05_18_51_28.Quadro179 Sequência 13.05_18_55_11.Quadro180 Sequência 13.05_18_56_29.Quadro187 Sequência 13.05_19_03_06.Quadro181 Sequência 13.05_19_15_19.Quadro182 Sequência 13.05_19_34_05.Quadro183 Sequência 13.05_21_24_19.Quadro184




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

santamonica1foto1 (1)favenicdsl