Postado por: Raquel Borsari em 12/nov/2013 |

Unec realiza Feira da Saúde em Piedade de Caratinga

Com o tema: sou diabético e me cuido

O Centro Universitário de Caratinga (Unec) realiza nesta quinta-feira (14/11), em Piedade de Caratinga, o evento Feira da Saúde com o principal objetivo de celebrar o Dia Mundial do Diabetes levando informação, conscientização e prestação de serviços à comunidade.

A feira será realizada na praça da Matriz, no centro do município, das 08h às 16h. Para falar sobre a promoção das atividades e os riscos da doença,  a professora do curso de Medicina do Unec, Paulo Botelho, participou de uma entrevista na bancada do telejornal Hora de Notícia desta terça-feira. Na oportunidade ela deu detalhes do evento, como a programação, serviços a serem oferecidos e sorteios de brindes, assim como alertou a comunidade para os sintomas, riscos e tratamento relativos à doença. Assista a reportagem completa e tire suas dúvidas sobre o assunto.

entrevista_estudio

A professora Paula Botelho e a jornalista Raquel Borsari, na bancada do telejornal Hora de Notícia

 

Dia mundial do diabetes

 

O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela International Diabetes Federation (IDF) em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS), como uma resposta ao crescente número de casos em todo o mundo. O objetivo desta data é chamar a atenção, sobretudo no que diz respeito ao acesso à sua prevenção e tratamento adequados e de qualidade para evitar complicações mais severas, reduzindo o impacto sobre os indivíduos, famílias e custos para os sistemas de saúde e para a sociedade em geral. De 2000 a 2010, o diabetes foi responsável por mais de 470 mil mortes em todo o Brasil. Neste período, o número saltou de 35,2 mil para 54,8 mil. Isso significa que a taxa de mortalidade avançou de 20,8 para 28,7 mortes por 100 mil habitantes.

Dentro do tema geral, existem várias mensagens a serem trabalhadas no mundo. Foram adotadas cinco mensagens:
• O diabetes mata uma pessoa a cada 8 segundos
• O diabetes não discrimina: pode ocorrer em jovens ou idosos; ricos ou pobres; homens ou mulheres
• O cuidado a vida é um Direito e não um privilégio: educação, medicamentos, tecnologias
• Escolha a Saúde: Alimente-se bem, mantenha-se ativo e viva saudável
• O Diabetes não pode mais ser ignorado: 4 milhões de vidas perdidas por ano, 1 milhão de amputações de membros inferiores por ano, milhões perdidos em renda e produtividade.

 

A Diabetes Mellitus está entre as 5 doenças que mais matam, chegando cada vez mais ao topo da lista. É uma doença metabólica caracterizada pelo aumento anormal de glicose (açucar) no sangue. Embora ainda não haja uma cura definitiva, há vários tratamentos que podem melhorar a qualidade de vida:

 

PRINCIPAIS SINTOMAS DO DIABETES

 

• Aumento do volume urinário (acima de 2.500 ml por dia –  observar que é volume, e não frequência)
• Sensação de sede em demasia
• Fome excessiva
• Perda involuntária de peso
• Fadiga
• Fraqueza
• Letargia
• Prurido cutâneo e vulvar
• Inflamação conjunta da glande e prepúcio
• Infecções regulares

 

A expectativa de vida é reduzida em média 15 anos para o diabetes tipo 1
• A expectativa de vida é reduzida em média 5 a 7 anos para o diabetes tipo 2
• Os adultos com diabetes têm risco 2 a 4 vezes maior de doenças cardiovasculares e acidente vascular cerebral
• É a causa mais comum de amputações de membros inferiores não-traumática
• Cegueira irreversível
• Doença renal crônica
• Em mulheres, partos prematuros e mortalidade materna




Loading Facebook Comments ...

insta media tv supercanal