Postado por: Raquel Borsari em 15/maio/2018 |

Maio Amarelo: Polícia Militar Rodoviária e SEST SENAT realizam blitz educativa para conscientizar condutores

Movimento tem o objetivo de chamar a atenção sobre a necessidade urgente da redução do número de mortes e feridos graves no trânsito

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) e o SEST SENAT estão entre os apoiadores e parceiros da causa espalhados pelo Brasil e pelo mundo. O Movimento Maio Amarelo já está em sua 5ª edição e nasceu com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito.

Durante esta terça-feira (15/05), militares do 5º Pelotão de Trânsito e colaboradores do SEST SENAT de Caratinga realizaram mais uma das ações pelo Brasil. A blitz educativa aconteceu no km 01 da rodovia MG – 329, onde motoristas e motociclistas foram abordados e conscientizados para a redução de acidente de trânsito.

Você deve estar se perguntando, por que amarelo? O amarelo simboliza atenção e também a sinalização e advertência no trânsito. O movimento internacional é uma iniciativa do Observatório Nacional de Segurança Viária. O tema de 2018 é “nós somos o trânsito” e foi discutido com a Associação Nacional de Detrans (AND) e apresentado em reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

O tema propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e propõe uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.

E por que maio? Em 11 de maio de 2011, a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Com isso, o mês de maio se tornou referência mundial para balanço das ações que o mundo inteiro realiza.

Os condutores que passaram pela rodovia receberam dos colaboradores do SEST SENAT panfletos educativos e camisas amarelas com a frase: “sua vida não estar em jogo”. O comerciante Gerisvander destacou que a iniciativa é bastante válida.

Para o Observatório Nacional de Segurança Viária, os acidentes não acontecem, mas sim são frutos de escolhas inadequadas e arriscadas. 90% dos acidentes têm como motivação as falhas humanas como imperícia, imprudência e desatenção.

O movimento internacional tem o objetivo de colocar em pauta o tema trânsito e mobilizar toda a sociedade sobre a necessidade urgente da redução do número de mortes e feridos graves no trânsito. Se nada for feito, a OMS (Organização Mundial da Saúde) estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 (passando para a quinta maior causa de mortalidade).




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

santamonica1foto1 (1)favenicdsl