Postado por: Raquel Borsari em 05/jan/2018 |

Uma das maiores causas de acidentes no trânsito: PRF chama atenção dos motoristas sobre o risco do excesso de velocidade

O excesso de velocidade liderou o ranking como uma das infrações mais cometidas por motoristas brasileiros em 2017

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) chama atenção dos motoristas sobre o risco do excesso de velocidade, uma das maiores causas de acidentes no trânsito. Somente durante os quatro dias da etapa Ano Novo da Operação Rodovida, os policiais rodoviários federais flagraram 36.724 motoristas dirigindo acima da velocidade permitida nas rodovias de todo o Brasil. O excesso de velocidade liderou o ranking como uma das infrações mais cometidas por motoristas brasileiros em 2017, de acordo com informações do Ministério da Justiça e Cidadania.

“Como tem sido divulgado pela PRF, o maior número de infrações que a polícia tem detectado é o excesso de velocidade. Infelizmente, muitos motoristas ainda excedem a velocidade permitida, sendo uma das maiores causas de acidentes”, disse o inspetor da PRF em Caratinga, Fernando Cézar.

As penalidades previstas para os motoristas que dirigem com excesso de velocidade estão previstas no Artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que trata sobre os enquadramentos infracionais ao motorista que transita em velocidade superior à máxima permitida para o local.

As multas por excesso de velocidade possuem três valores diferentes de acordo com o limite de velocidade excedido. Os valores são diferentes quando o motorista excede até 20%, de 20% a 50% e em mais de 50% do limite permitido na via.

Elas podem ser aplicadas tanto pelos radares fixos quanto pelos radares móveis. Conforme o Código de Trânsito, quando a velocidade for superior à máxima em até 20%, a infração é média e a penalidade é uma multa de R$ 130,16; quando a velocidade for superior à máxima em mais de 20% até 50%, a infração é grave e penalidade é uma multa de R$ 195,23; e quando a velocidade for superior à máxima em mais de 50%, a infração é gravíssima e a penalidade é uma multa de R$ 880,41. Além disso, o motorista tem a suspensão imediata do direito de dirigir e o documento de habilitação é apreendido.

A Operação Rodovida continua até fevereiro, após o carnaval. Esta é a sétima edição da operação, uma grande ação de enfrentamento à violência no trânsito brasileiro. Criada em 2011, a Operação Rodovida é uma ação do governo federal, coordenada pela Casa Civil e capitaneada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Polícia Rodoviária Federal. Conta com ações dos ministérios das Cidades, da Saúde e dos Transportes.

Na última edição da operação, a PRF registrou uma redução de 29% no número de acidentes graves nas rodovias federais. O número de óbitos decorrentes destes acidentes também caiu – redução de 16% de 2015 para 2016.

 




Loading Facebook Comments ...
 





    

insta media tv supercanal