Postado por: Raquel Borsari em 03/nov/2017 |

Vira-Latas Rock Fest acontece neste sábado para ajudar animais em situação de rua

As bandas A Nata, Anthony Rock e Véio Joe irão comandar o Vira-Latas Rock Fest e levar o melhor do rock and roll

O Vira-Latas Rock Fest acontece neste sábado (04/11), às 19h, no Varandão Grill, em Caratinga. O evento beneficente idealizado pelas protetoras voluntárias de animais Amélia Gomes e Lorena Cevidanes. O objetivo é arrecadar fundos com a venda dos ingressos para que o grupo de protetoras independentes possa continuar o trabalho voluntário de resgatar, tratar e promover a adoção responsável de animais em situação de rua, vítimas de maus-tratos ou de abandono.

O dinheiro será revertido para compra de vacinas contra virosos e para a realização de castrações. O valor do ingresso para o Vira-Latas Rock Fest é R$ 20,00 e pode ser adquirido com as protetoras ou na hora do evento. Este ano as protetoras decidiram inovar e incrementaram o Vira-Latas Rock Kids. A ideia de criar este evento beneficente voltado para as crianças, que vai anteceder o Vira Latas Rock Fest, foi das protetoras Ana Martha e Iara Laborne. O Vira-Latas Rock kids é aberto ao público e começa a partir das 15h em frente ao Varandão.

A criançada ainda poderá participar de concursos: melhor criança caracterizada de roqueiro, melhor animal caracterizado de roqueiro e karaokê. As voluntárias pedem a quem puder pagar uma taxa de inscrição no valor de R$ 5,00 para participar do concurso, para ajudar os animais. “A criança que puder pagar, maravilhoso, vai nos ajudar na causa. A criança que não puder, não tem problema, ela vai participar do mesmo jeito”, disse Ana Martha.

As bandas A Nata, Anthony Rock e Véio Joe irão comandar o Vira-Latas Rock Fest e levar o melhor do rock and roll ao público. Com o dinheiro arrecadado com a primeira edição do Vira-Latas Rock Fest, as protetoras conseguiram realizar a castração de mais de cem animais, visando o controle populacional no município. Mas todo esse trabalho voluntário demanda custos. Muitas vezes, com dinheiro do próprio bolso, as protetoras pagam o tratamento desses animais, mas a situação está ficando insustentável e ainda tem muito animal solto pelas ruas precisando ser tratado.




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

santamonica1foto1 (1)favenicdsl