Postado por: Raquel Borsari em 27/set/2017 |

Noite de decisão: Cruzeiro e Flamengo se enfrentam em grande final da Copa do Brasil, no Mineirão

Quem vencer nesta noite será o campeão. Nova igualdade leva a decisão do título para os pênaltis

Lá se foram 119 jogos e 282 gols marcados até a 29ª edição da Copa do Brasil chegar ao seu final.

Nesta quarta-feira (27/09), às 21h45, no Mineirão, Cruzeiro e Flamengo decidem o título da competição. No confronto de ida, as equipes ficaram no empate em 1 a 1, no Maracanã. Quem vencer nesta noite será o campeão. Nova igualdade leva a decisão do título para os pênaltis. Não há o critério de desempate por gol fora de casa.

O Cruzeiro – que passou por uma instabilidade, momento de crise, este ano, perdendo a final do Campeonato Mineiro para o Galo, depois sendo eliminado na Primeira Liga – devagarzinho conseguiu se estabilizar no Brasileirão e chegar à final da Copa do Brasil (eliminando times importantes e parando de poupar elenco). Se levantar o título desta Copa pode-se considerar que o clube celeste ganha o ano com um título nacional e uma vaga na Libertadores. Um trabalho de sequência que poderia ter sido ainda melhor se, anteriormente, Mano Menezes não tivesse chegado a ir para China.

O adversário do Cruzeiro nesta final tem um significado muito especial para o lateral esquerdo da Raposa. Foi exatamente contra o Flamengo que Diogo Barbosa estreou como profissional, aos 17 anos, e não vê a hora para este reencontro.

Nesta terça-feira (26/09), o elenco do Cruzeiro recebeu o apoio de centenas de torcedores às vésperas da decisão.

No último treino dos jogadores do Flamengo no Mineirão, ontem, um detalhe importante foi a incerteza de Everton, que teve uma lesão na panturrilha. O técnico Reinaldo Rueda confirmou que o atacante Everton será opção do Flamengo na partida e tem chances de ser titular.

A CBF sorteou na última segunda-feira (25/09) a arbitragem para esta final. Luiz Flávio de Oliveira ganhou a disputa com Raphael Claus e irá apitar a grande decisão. O juiz, da federação paulista, faz parte do quadro da Fifa e voltou a trabalhar em jogos em setembro, após ficar quatro meses se recuperando de uma lesão no tornozelo esquerdo sofrida em maio.
Luiz Flávio de Oliveira estava sob os holofotes antes mesmo do sorteio. Tudo porque ele se viu envolvido em uma polêmica na rodada anterior do Campeonato Brasileiro. Na vitória do Bahia sobre o Grêmio no domingo, o juiz marcou um pênalti duvidoso de Edílson, aos 48 minutos do segundo tempo.

Fonte: Globo Esporte / Fox Sports / TV Cruzeiro / TV FLA

Sequence 18.Still052 Sequence 18.Still053 Sequence 18.Still054 Sequence 18.Still055 Sequence 18.Still056 Sequence 18.Still057 Sequence 18.Still058 Sequence 18.Still059 Sequence 18.Still060 Sequence 18.Still061 Sequence 18.Still062 Sequence 18.Still063 Sequence 18.Still064




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

santamonica1foto1 (1)favenicdsl