Postado por: Raquel Borsari em 11/ago/2017 |

Suposta ligação clandestina de luz: Homem é conduzido à delegacia suspeito de furtar energia elétrica de creche em Revés do Belém

A creche está com uma conta de cerca de R$ 1.200 de energia elétrica sendo que a inauguração ainda não aconteceu

Adão Custódio de Oliveira, de 55 anos, morador de Revés do Belém, distrito de Bom Jesus do Galho, foi conduzido na noite de quinta-feira (10/08) à Delegacia de Polícia Civil de Caratinga suspeito de furtar energia elétrica de uma creche da localidade.
 
Segundo Adão, ele foi autorizado a utilizar a energia elétrica da creche. Ele ainda informou que foi um próprio funcionário que fez a ligação para ele: “Quando era o outro prefeito, eu usava a da quadra. Aí eles vieram, cortaram a luz da quadra e tiraram tudo. Eu fiquei no escuro. Daí eu fui no prefeito e ele me autorizou a usar a luz.”
 
O conduzido destacou que mora a cerca de 100 metros da creche. Durante conversa com a imprensa ele ainda reiterou que possui toda a documentação do lote, que a instalação do padrão de água da Copasa foi feita mas, em relação à energia elétrica, havia um acordo com a prefeitura da localidade.
 
Adão relatou também que antes do atual prefeito assumir, ele chegou a usar a energia da quadra durante 8 anos e nunca pagou por esta utilização.
 
Nosso jornalismo conversou com o encarregado do Departamento de Obras da Prefeitura de Bom Jesus do Galho, Edson Maximiano de Paula. De acordo com ele, a creche está com uma conta de cerca de R$ 1.200 de energia elétrica sendo que a inauguração ainda não aconteceu. Ele ainda disse que não sabia que ele utilizava a energia da creche. Inicialmente eles receberam a denúncia de que havia esta suposta ligação clandestina de luz na quadra e que ela foi cortada: “Nós vamos tirar a dúvida. Olhar na prefeitura se alguém fez isso e caso tenha acontecido mesmo essa pessoa também irá responder. A gente quer é ajudar. Nosso objetivo não é atrapalhar ninguém. A luz dele, ele terá um tempo para regularizar porque a creche não está funcionando então, normalmente, não há conta para pagar. Então isso está afetando o município porque é o dinheiro do povo que está sendo levado embora. Como eu disse, não sei se alguém permitiu mas o que eu pude constatar lá que o ‘gato’ deve ter sido feito por um profissional, amador não faria.”
Sequência 31.00_05_29_01.Quadro006 Sequência 31.00_05_33_25.Quadro001 Sequência 31.00_05_41_23.Quadro002 Sequência 31.00_06_36_22.Quadro003 Sequência 31.00_06_43_14.Quadro004 Sequência 31.00_07_07_12.Quadro005




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

santamonica1foto1 (1)favenicdsl