Postado por: Raquel Borsari em 05/jul/2017 |

Primeira morte por febre chikungunya no estado é registrada em Governador Valadares

Vítima tinha 72 anos

A primeira morte por febre chikungunya de Minas Gerais foi confirmada, durante esta terça-feira (04/07), pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). A vítima foi um homem, de 72 anos, de Governador Valadares, que era portadora de diabetes e hipertensão. O paciente apresentou os primeiros sintomas da doença em 02 de março e veio a óbito nove dias depois. O óbito foi notificado para a Secretaria Estadual de Saúde no dia 28 de março.

O mês de março deste ano, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, foi o que registrou o maior número de casos prováveis (casos confirmados + suspeitos) de chikungunya. Foram 7.747 casos. Em 2017, até o momento, foram notificados 16.995 casos prováveis de chikungunya. 22 pessoas morreram com suspeita da doença em Minas. 19 mortes ainda estão em investigação. Dos óbitos investigados, 15 foram registrados em Governador Valadares.

A chikungunya é uma doença viral, muito comum em algumas regiões da África, causada pelo vírus CHIKV, da família Togaviridae. Na fase aguda, os sintomas são febre alta, dor muscular, exantema (erupção na pele), conjuntivite e dor nas articulações (poliartrite). No Brasil, o Aedes aegypti e o Aedes albopictus, mosquitos transmissores da dengue e da febre amarela, são vetores em potencial da doença.

Geralmente, os sintomas da chikungunya se manifestam entre dois a 12 dias e são clinicamente semelhantes aos da dengue, sendo eles, febre alta, dor muscular intensa, dor de cabeça, enjoo, fadiga e manchas avermelhadas pelo corpo. O que as difere, porém, são as fortes dores nas articulações.

As crianças e os idosos, por terem um sistema imunológico frágil, estão mais propensos a sofrerem com a chikungunya. Alguns sintomas apresentados são febre acima de 39 graus, de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos – dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas avermelhadas pelo corpo. Caso perceba algum dos sintomas citados, procure uma Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima e não use medicamentos sem orientação médica.

Fonte: SES/MG




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

anunciosantamonica150foto1 (1)