Postado por: Raquel Borsari em 18/maio/2017 |

Mãe sonha reencontrar filha, pedir perdão e justificar porque a doou para adoção

A história de dona Denise Maria Braga Peixoto Gomes já é conhecida por muitos telespectadores e internautas do Super Canal. Esta é a segunda vez que ela pede, emocionada, para que nosso jornalismo a ajude a encontrar a filha.

A separação entre a mãe e a filha Rayane Braga Peixoto aconteceu há 23 anos, quando Rayane ainda era um bebê, de apenas 3 anos de idade.
A criança foi entregue ainda muito pequena e adotada porque a mãe não tinha condições de criá-la.
A dona de casa conta que a filha nasceu em 14 de novembro de 1989, no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora (HNSA), em Caratinga. Denise revelou que Rayane foi doada junto com o irmão.
Segundo ela, os filhos foram retirados dela e colocados sob os cuidados de terceiros, dando a entender que ela tivesse os abandonado. À época, a mãe chegou a ser presa, respondeu a um processo e cumpriu pena. Com o rapaz, a mãe tem contato mas com a jovem não.
Depois de ser presa, após um ano e seis meses, dona Denise disse que já não respondia mais processo. Segundo ela, o Juiz de Direito a chamou e ela assinou a doação porque para ter os filhos de volta ela tinha apenas 24 horas para encontrar um emprego fixo e uma casa toda mobiliada mas ela não tinha condições. Ela afirma que não foi ela que abandonou os filhos e sim a mãe dela, que faleceu há cerca de 14 anos.

Há tantos anos convivendo com este sofrimento, a dona de casa disse que hoje tem problemas cardíacos.

Dona Denise pede, caso a filha assista à reportagem, que a dê a chance de explicar como tudo aconteceu e, quem sabe até, poder abraçá-la.

 

 

 

18486068_1400975346623796_3284538968848772604_n (1) 18519911_1400975163290481_4639910083888981562_n (1) 18555853_1400975566623774_7895416835311699490_n (1)




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

anunciosantamonica150foto1 (1)