Postado por: Raquel Borsari em 09/maio/2017 |

Prefeito de Caratinga anuncia pagamento de salários de servidores contratados e comissionados, referente ao mês de dezembro de 2016

Dr Welington falou ainda sobre os cortes de gratificações e insalubridade de alguns agentes de saúde

O prefeito de Caratinga, Dr Welington Moreira, anunciou nesta terça-feira (09/05) a quitação dos salários de 731 funcionários contratados e 36 comissionados, referente ao mês de dezembro de 2016. Amanhã, quarta-feira (10/05), o repasse será feito – valor que gira em torno de R$ 2 milhões.

Questionado sobre a Portaria nº 048/2017, que “Dispõe sobre a supressão de gratificação aos Agentes de Saúde, e dá outras providências”, publicada no dia 04 de maio deste ano, no Diário Oficial Eletrônico, Dr Welington justificou que a própria categoria ajuizou uma ação na Justiça Federal, em Manhuaçu, pleiteando o recebimento do piso salarial da classe, fixado no valor de R$ 1.014,00 mensais. Diante disso, segundo ele, a gestão administrativa anterior já havia sido notificada para que cumprisse a decisão judicial (com o pagamento deste piso) mas isso não foi feito. Então, o governo atual foi novamente notificado e, por isso, houve a obrigatoriedade de atender a esta determinação: “Nós não tínhamos outra alternativa a não ser cumprir a decisão judicial (e decisão judicial buscada por eles, diga-se de passagem). Além disso, não tivemos o tempo suficiente e nem a comissão ainda instituída para analisar caso a caso de quem merece ou não receber a gratificação. E, que o servidor tenha certeza absoluta que mediante a reforma administrativa que nós estamos propondo a fazer – e com a valorização do servidor público -, a gratificação retornará mas para aquele servidor que realmente esteja produzindo para o município.”, disse Dr Welington.

Os secretários de Administração, Saúde e Fazenda e os procuradores do município detectaram alguns casos de servidores que ocupam cargos que são merecedores do recebimento da insalubridade, porém estão em desvio de função.

O prefeito falou sobre uma reforma administrativa que vem sendo feita com o objetivo de valorizar os servidores que trabalham em prol da Prefeitura de Caratinga e em função da população.

Foi levantado também que, em gestões passadas, o executivo teria encaminhado um projeto de lei para a Câmara de Vereadores, diminuindo a carga horária de determinadas categorias do serviço público (de 8h para 5h) e sem redução dos salários.

Em relação ao atraso no início de algumas obras emergenciais e da Operação Tapa-Buracos, por exemplo, o prefeito justificou que o município não teve condições financeiras, tendo em vista, inclusive, o montante canalizado para a quitação dos pagamentos de dezembro.

17990807_1391659310888733_40402543230638204_n 18342353_1391659314222066_6612339975113060786_n18301983_1391657607555570_6254718442962012985_n (1)  18402997_1391657604222237_8914688292811202535_n 18403160_1391658597555471_536479870328671393_n 18403221_1391659500888714_5855719033712665037_n




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

anunciosantamonica150foto1 (1)