Postado por: Raquel Borsari em 04/maio/2017 |

Governador de Minas Gerais se defende de denúncias e alega perseguição

STF dispensa autorização da Assembleia para processá-lo

Com o placar do julgamento por 9 a 2, bastará ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) – instância responsável por processar governadores por crimes – aceitar uma denúncia do Ministério Público contra o governador para torná-lo réu.

Foi decidido também pelos ministros que uma eventual aceitação de denúncia contra o governador pelo STJ não bastará para afastá-lo do cargo, como prevê a Constituição de Minas Gerais, Pimentel é alvo de duas denúncias já apresentadas pelo Ministério Público Federal. Nenhuma delas, porém, ainda foi aceita.

Fernando Pimentel divulgou nota na qual afirma que decisões do STF são “soberanas”. O governador, porém, ressaltou que há “ilegalidades explícitas” durante as investigações. Em seu perfil no Facebook ele fez uma transmissão ao vivo comentando o caso, após o fim do julgamento.

Sequência 17.00_56_59_03.Quadro126 Sequência 17.00_58_46_15.Quadro127 Sequência 17.01_02_59_16.Quadro128




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

santamonica1foto1 (1)favenicdsl