Postado por: Raquel Borsari em 03/abr/2017 |

Greve dos alunos de Santa Bárbara só será encerrada com assinatura de convênio para construir nova escola

Expectativa é que convênio entre Governo de Minas e Prefeitura de Santa Bárbara do Leste seja assinado nesta quarta

A greve dos alunos só será encerrada depois que o convênio para a construção da Escola Estadual Monsenhor Rocha for assinado. Enquanto isso não acontece, o movimento grevista segue por tempo indeterminado. Durante esta manhã de segunda-feira (03/04), os grevistas, pais e professores fizeram uma passeata pelas ruas de Santa Bárbara do Leste, para chamar atenção do Governo de Minas. Antes do início da passeata, os manifestantes se concentraram em frente à igreja matriz e gritaram palavras de ordem: “Olelê, olalá, se o convênio não sair, a greve vai continuar!”.

A passeata partiu da igreja matriz, seguiu pelo centro e foi até a Rua Máximo, onde fica o terreno comprado pelo Governo de Minas para construir o novo prédio escolar. O terreno foi adquirido em novembro de 2013 por R$ 323 mil e tem uma área aproximada de 8 mil metros quadrados. Faz 4 anos que os alunos estudam em escola improvisada dentro de um salão paroquial e de ‘garagens’. Os espaços improvisados ficam em diferentes endereços. O antigo prédio, onde a instituição estadual de ensino funcionava, foi interditado por conta de um desmoronamento de terra, que comprometeu a estrutura física da escola. Por este motivo e por questões de segurança, os alunos foram acomodados em diferentes endereços.

Durante o ato pacífico, uma faixa com um recado ao governador Fernando Pimentel se destacava em meio à passeata: “Santa Bárbara do Leste estará unida, até ver a escola construída”. Segundo a mãe de aluno, Silvania Gomes, sexta- feira passada, dia 31 de março, a superintendente Regional de Ensino, Landilesne Gomes, se reuniu com a comunidade escolar e apresentou uma planilha de custos da obra do novo prédio da escola, orçada em R$ 3,7 milhões. A planilha também foi entregue para a prefeita Wilma Pereira Mafra. A expectativa é a de que o convênio para construir a escola seja assinado nesta quarta-feira (05), com a vinda de representantes do Governo de Minas. .

Após várias manifestações, recentemente, uma comitiva – formada pela superintendente de Ensino, a diretora da escola, Maria Jussara, a prefeita de Santa Bárbara do Leste e representantes da comunidade – participou de uma reunião na Secretaria Estadual de Educação, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. Nessa reunião, o Governo de Minas propôs a realização da obra na forma de convênio. A prefeitura assumiria a execução da obra e o Estado arcaria com todos os recursos financeiros. A greve iniciada em 20 de março foi uma iniciativa dos próprios alunos e teve o apoio dos pais.

 




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

anunciosantamonica150foto1 (1)