Postado por: Raquel Borsari em 12/ago/2015 |

Relação entre pais e filhos: respeitando as diferenças

Com a psicóloga Eneide Caetano

Nesta semana a psicóloga Eneide Caetano volta a falar sobre a relação entre pais e filhos, mas chamando a atenção para o amor e o respeito às diferenças.

As crianças chegam ao mundo com habilidades predeterminadas, predisposições e temperamentos que pais atenciosos podem alimentar ou transformar, mas quase nunca são capazes de reverter.

O objetivo dos pais deve ser o de criar filhos com uma boa autoestima e conhecimento de si próprios, ingredientes essenciais para o sucesso e realização na escola e na vida. Isso significa aceitar os filhos da maneira como nasceram. Forçar uma criança a adotar um procedimento predeterminado quase sempre traz resultados desastrosos.

Andrew Solomon, contribui em favor da aceitação das diferenças entre as crianças e da forma como as famílias devem se adaptar a elas, é autor do audacioso livro LONGE DA ÁRVORE – Pais, filhos e a busca da identidade – onde explica como lidar com as diferenças nas relações familiares, Solomon entrevistou e conviveu com pais cujos filhos são frutos que caíram longe da árvore, e este livro revela as experiências formidáveis sobre a tolerância e a valorização da diversidade.

Solomon é um homem gay que criou três filhos, um dos quais com seu marido, e que explorou a fundo os desafios e recompensas da desigualdade familiar. O autor apresenta bons argumentos em favor da aceitação das crianças pelo que são, sem deixar de ajudá-las e a se tornarem o melhor dentro de suas possibilidades individuais.

Nada é tão importante no desenvolvimento de uma criança quanto o amor dos pais. A primeira aceitação vem da família que necessita vencer preconceitos, depois a escola e a sociedade como um todo, para que todos possam VIVER MELHOR!

 




Loading Facebook Comments ...
 





    

Banner-Super-Canal

santamonica1foto1 (1)favenicdsl