Postado por: Raquel Borsari em 02/abr/2014 |

Animus

Com a psicóloga Eneide Caetano

Toda mulher possui em sua psique certos componentes distintos de sua natureza feminina, que se revelam com características masculinas. jung denominou o masculino da natureza da mulher de Animus. São conteúdos psíquicos inerentes ao seu ser, tendências inatas de natureza universal que direcionam e, muitas vezes, distorcem a realidade que a mulher experiência.

Algumas características do Animus são: iniciativa, coragem, honestidade, objetividade, atitude espiritual. O Animus é influenciado pelo contato com pai, primeiro homem a despertar o masculino interior da mulher e é projetado nos homens, pois possui caráter semelhante à consciência masculina.

Quando irracional, domina a consciência da mulher através de“opiniões” eideias implacáveis, sem pensamento próprio, deixando-aconvencida pelos seus fundamentos, mesmo que não os conheça. Ela teima em dar respostas prontas aos mistérios da vida, e os racionaliza, acreditando explicá-los. Seu traço característico é o de achar que tem razão.

Quando o Animus assume uma atitude absolutista e entra em ação, a mulher é afastada de seu próprio modo de pensar e de sentir, passando a identificar-se com afirmações vulgares, com julgamentos destruidores ou com generalizações.

Na sua forma altamente desenvolvida, o animus relaciona a mente da mulher com a evoluçãoespiritual da sua época, tornando-a assim mais receptiva a novas ideias criadoras.

Quando a mulher dá lugar em sua vida ao Animus, afirmando sua personalidade de maneira criadora e justa, dá-se o equilíbrio com seu lado feminino.Sua manifestação positiva ocorre quando é integrado à consciência, desta forma, lança uma ponte para o Self através da atividade criadora, ligando a consciência da mulher com os valores espirituais mais elevados.

 




Loading Facebook Comments ...

insta media tv supercanal