Postado por: Raquel Borsari em 19/mar/2014 |

Universo feminino e o padrão masculino

Com a psicóloga Eneide Caetano

O mundo ficou mais humanizado com os valores femininos, resgatando o prazer, a solidariedade, a cooperação entre outros.

A mulher possui uma natureza mais voltada para o que é interior, por ter o princípio feminino predominante –“acolhendo” os enigmas da existência: origem, nascimento, vivência e morte e os compreendendo melhor.

A consciência feminina e o corpo da mulher são predominantemente ligados à subjetividade e passividade, com interesses voltados para o que é pessoal e íntimo.

O corpo da mulherdita sua conduta através do interior, por meio das experiências corporais e psíquicas que ela vivencia – menstruação, gravidez e suas consequências -deixando-a susceptível a receber “influências” do meio e a se adaptar às circunstâncias.

A consciência da mulher – “consciência lunar”, possui as qualidades femininas conectivas do Eros (sentimento) que proporciona ligação, relação e receptividade, expressão da natureza real da mulher. As disposições femininas: sentimento, criatividade, receptividade ao irracional, capacidade para o amor, intuições e a subjetividade, revelam os interesses que a mulher possui de estarem mais voltados para a vida privada, a família, o lar e profissões de contatos interpessoais.

As realizações que favorecem a natureza da mulher estão na literatura, pintura, trabalhos manuais e educativos, escultura, música, dança, cuidado com a natureza, animais, com as pessoas e o mundo em geral.

Nós mulheres precisamos ter atitudes  para reaprendermos a cultivar e valorizar a essência feminina – “o intuitivo, o hereditário, o sexual e cíclico, nossa idade, o jeito de ser mulher, nossa sabedoria, nossa criatividade  e fundamentalmente nossa vitalidade no cuidado que dispensamos a uma gestação, amamentação, educação dos filhos, no relacionamento amoroso ou mesmo com um jardim querido e uma profissão que tem relação com nossa essência”.

Precisamos ter tempo à vida criativa e às nossas verdadeiras paixões, tão soterradas ultimamente pelo excesso de domesticação e identificação com o mundo masculino!

Desta forma, ao nos valorizarmos, obteremos a admiração que esperamos do homem, do universo masculino, das outras mulheres e de toda sociedade!

Devemos  cultivar o sentimento   na dimensão da poesia, do amor, da compaixão, em fim do nosso “universo feminino”, para que possamos nos amar verdadeiramente em toda nossa dimensão feminina!

 




Loading Facebook Comments ...

insta media tv supercanal